O que os médicos
estão dizendo

Confira os depoimentos dos médicos e
suas opniões sobre o Spatz3

"Por ser um balão ajustável, temos a possibilidade de resgate do paciente. Conseguimos recuperar pelo menos 60, 70% dos casos que teria que retirar o balão por intolerância precoce".

Inglaterra

Dr. Flavio Mitidieri Ramos

"O tratamento do balão gástrico é um tratamento extremamente seguro e simples. Chamamos ele de uma forma conservadora pois não envolve cirurgia para ter seu efeito, é feito de forma endoscópica e ambulatoriamente, com alta no mesmo dia".
"Esse poder de ajustabilidade nos trás uma outra característica: com 3 meses está com o balão, a adaptação dele já ocorreu quase totalmente e ele perde muito do seu efeito. Sabemos que 70% da perda de peso do paciente ocorre logo nos primeiros 3 meses. Com o balão ajustável, nós propomos um ajuste entre o 3º e o 4º mês para que o paciente tenha um upgrade, uma melhora na sua saciedade para o final do tratamento, potencializando o resultado".

Brasil

Dr. Jimi Scarparo

"Em relação à resultados, o aspecto de aumento do volume do balão, por trazer essa sensação de saciedade novamente após o reajuste, tem o resultado, quando bem trabalhado junto à uma equipe multidisciplinar, de serem um pouco mais prominentes. Portanto essa é uma ferramenta que pode sim trazer uma vantagem no caráter de resultados no final do tratamento".

Brasil

Dr. Sérgio Barrichello

O balão intragástrico traz inúmeras vantagens: primeiro por ser um método endoscópico. Endoscopia tem baixíssimo risco, principalmente se a gente compara com a cirurgia bariátrica, que tem uma mortalidade maior que a do balão, que tende à zero. Então segurança eu diria como primeiro e principal aspecto.
Segundo porque é um método de emagrecimento completamente fisiológico, onde a gente utiliza de artifícios baseados na própria fisiologia do organismo, não necessitando de medicação especifica para emagrecer, de remédios, o que torna o procedimento infinitamente mais saudável.
E os resultados são clarividentes. É fato que o balão intragrástrico tem o resultado muitíssimo satisfatório, superior a só remédio, ou remédio com mudança de hábito alimentar isoladamente ou só atividade física.
Quando agente compara estes tratamentos com o balão intragástrico, não há duvida que o balão é infinitamente superior, comprovado por inúmeros estudos.
Há uma diferença estatística realmente significativa. É um método que funciona muito bem.

Brasil

Dr. Ricardo Fittipaldi

“Eu estava bastante satisfeito com o balão ajustável Spatz, mas experimentei recentemente o novo balão Spatz3 e fiquei feliz em ver várias melhorias. Agora ficou ainda mais fácil inserir o balão usando seu novo facilitador de inserção, e a nova válvula tem áreas de preensão que facilitam o manuseio durante os procedimentos de ajuste.”

Inglaterra

John Mason MD

Chefe de Endoscopia
Hospital Geral de Trafford
Centro Nacional de Cirurgia da Obesidade

“Experimentei recentemente o novo balão ajustável Spatz3. Há várias melhorias que facilitam muito o uso. O facilitador de inserção torna a inserção mais segura e fácil. As bandas saem do balão mais rapidamente. A nova válvula tem áreas de preensão que facilitam o manuseio com uma pinça de preensão. Não é preciso se preocupar com a presença de comida no estômago nem em posicionar um laço. O Spatz3 agora é mais fácil de inserir, ajustar e remover. O tempo de procedimento é menor e há menos efeitos colaterais pós-inserção.”

Emirados Árabes Unidos

Dr. Sameer Al Awadhi

Gastroenterologista Consultor
Chefe da Unidade de Gastroenterologia
Hospital Rashid, Dubai

“O novo balão ajustável Spatz3 trouxe melhorias significativas. Agora ele é mais fácil de inserir, ajustar e remover. A nova válvula facilita muito o manuseio com uma pinça de preensão. É tão fácil quanto qualquer outro balão e ainda tem o benefício de poder ser ajustado e permanecer implantado até 1 ano.”

Espanha

Dr. Valentin Puig-Divi

Gastroenterologista Chefe do Opcion Medica Clinical Group
Chefe de Endoscopia, Hospital Parc Tauli e Clínica Corachan, Barcelona, Espanha

“Depois de mais de 5 anos de experiência e mais de 1.000 balões intragástricos, tive o prazer de ver um avanço tecnológico com o sistema de balão ajustável Spatz3. O exclusivo sistema de tubo de inflação é uma função muito necessária que possibilita que eu comece com volumes de balão menores. Agora posso liberar meus pacientes para que voltem ao trabalho no dia seguinte à colocação do balão Spatz3. Após 4 ou 5 meses, posso dobrar o tamanho do balão e obter uma segunda rodada de perda de peso. O Spatz3 deu início a uma nova era na terapia de perda de peso por endoscopia”.

Inglaterra

George Marinos MD

MB BS (Hons), FRACP, MD,
Gastroenterologista Consultor do Hospital Prince of Wales,
Professor Sênior da Universidade de NSW.

“Tive experiência com os balões Wilson-Cook dos EUA e com o balão dinamarquês Ballobes, que eram cheios de ar, e com o balão Orbera (BIB, Bioenterics Intragastric Balloon) que era um balão reajustável cheio de líquido, e fiquei positivamente surpreso ao ver como o balão Spatz cheio de líquido é fácil de introduzir e reajustar”.

Holanda

Prof. Dr. E.M.H. Mathus-Vliegen

Professor Gastroenterologista em Nutrição Clínica
Departamento de Gastroenterologia e Hepatologia, C2-207
Centro Médico Acadêmico da Universidade de Amsterdã

“Depois de implantar mais de 2.000 balões,eu já implantei pessoalmente mais de 60 balões Spatz.A capacidade de ajustar o volume do balão permitiu que eu reduzisse o volume do balão para pacientes intolerantes no primeiro mês. Eu também aumentei o volume após 3 meses, período após o qual o efeito do balão diminui. Isso dá nova vida ao balão e possibilita perda de peso adicional. A capacidade de manter um balão implantado por um ano também dá aos pacientes mais tempo para mudar seu comportamento, o que é muito importante para o sucesso a longo prazo”.

Espanha

Dr. Gontrand Lopez-Nava

Hospital Universitario Madrid Sanchinarro
Servicio de Aparato Digestivo y Endoscopias
Professor de Medicina at the Universidad San Pablo CEU. Madrid
Perito Oficial de Aparato Digestivo del Colegio de Medicos de Madrid

“Tive experiência com os balões Wilson-Cook dos EUA e com o balão dinamarquês Ballobes, que eram cheios de ar, e com o balão Orbera (BIB, Bioenterics Intragastric Balloon) que era um balão reajustável cheio de líquido, e fiquei positivamente surpreso ao ver como o balão Spatz cheio de líquido é fácil de introduzir e reajustar”.

Holanda

Prof. Dr. E.M.H. Mathus-Vliegen

Professor Gastroenterologista em Nutrição Clínica
Departamento de Gastroenterologia e Hepatologia, C2-207
Centro Médico Acadêmico da Universidade de Amsterdã

“Implantei centenas de balões intragástricos - de todas as variedades disponíveis, e descobri que a perda de peso significativa ocorre nos primeiros 3 meses, com pouco efeito no restante do período de implantação de 6 meses. Aproximadamente 7% dos pacientes são intolerantes e têm seus balões removidos nas primeiras 2 semanas. Isto foi publicado na literatura.

O balão Spatz é o primeiro a oferecer ajustes fáceis de volume do balão após a implantação inicial. Ajustei o volume do balão com sucesso em meus pacientes:

Vários devido à intolerância precoce - eles agora estão mais confortáveis e continuam a perder peso. Com outros balões, não teríamos escolha, a não ser removê-los.
Muitos por diminuição da perda de peso após 3 meses. Eles tiveram outra perda substancial de peso aos 3 meses, o que não vi acontecer com outros balões.
Meus pacientes sempre pediram para manter o balão inserido mais de 6 meses. Agora eu posso oferecer um balão de 1 ano. Os nossos resultados de 12 meses e os dos nossos colegas na Espanha revelaram perdas de peso de quase 30 kg em média.

Os pacientes com outros balões começam a recuperar algum peso 6 meses após a remoção de seus balões. Sendo assim, após um ano, os pacientes com o balão Spatz apresentam mais do que o dobro de perda de peso em comparação com outros balões”.

República Tcheca

Evžen Machytka, M.D. PhD.

Faculdade de Medicina
Universidade de Ostrava
Departamento de Gastroenterologia
Pesquisador Principal – Sistema de Balão Ajustável Spatz
Ostrava, República Tcheca

“Eu tive a oportunidade de observar a implantação e o ajuste do novo Sistema de Balão Ajustável Spatz™.Fiquei satisfeito com a facilidade dos procedimentos, principalmente o ajuste do volume, que foi realizado em poucos minutos. A oportunidade de adaptar a dimensão do balão às necessidades de qualquer paciente em termos de tolerabilidade e resultado de perda de peso é muito importante para a minha profissão. Além disso, a possibilidade de um tempo de implantação mais longo (12 meses), com vários ajustes, nos oferece uma nova ferramenta eficiente contra a obesidade”.

Itália

Dr. Fulvio Cappelletti

Chefe do Departamento de Gastroenterologia
Hospital Valdese
Torino, Itália

“Passei a usar o balão Spatz devido aos benefícios adicionais de ajustabilidade e implantação de 1 ano. Uma das minhas pacientes vomitou diariamente por 6 meses com outro balão intragástrico. Conseguimos ajustar o volume do balão Spatz ao nível de conforto dela”.

Inglaterra

Dr. Manny Srivastava MD FRCP

Gastroenterologista Consultor
Newport, Gales do Sul, Reino Unido
Nucleus Healthcare

“A capacidade do endoscopista de alterar o volume do balão intragástrico Spatz em pacientes que não estão tolerando o balão em um determinado volume ou naqueles que precisam de um volume maior para perder peso é um grande avanço. O dispositivo de ancoragem incomum deve evitar a potencial complicação da migração do balão, que tem sido um problema com outros balões intragástricos usados para tratar a obesidade”..”

Inglaterra

Steven Peikin, MD

Professor de Medicina
Chefe da Divisão de Gastroenterologia e Doenças do Fígado
Escola de Medicina Robert Wood Johnson em Camden
Hospital Cooper/Centro Médico Universitário

Encontre o médico mais próximo

Selecione seu estado
Selecione sua cidade

Este procedimento não tem cobertura de planos de saúde.