Spatz3 - Balão Intragástrico Ajustável

O que acontece após a remoção do balão gástrico?

balão gástrico
Voiced by Amazon Polly

O tratamento com o balão gástrico chegou ao fim. E agora?

Saiba quais são os principais cuidados para manter o emagrecimento e evitar reganho de peso.

A primeira informação que o médico passa na consulta para realizar o tratamento com o balão gástrico é: o procedimento não é milagroso. Para que os resultados sejam efetivos e duradouros a dedicação do paciente é fundamental.

Não encare esse alerta como um balde de água fria. Aceitar a realidade de que não existem atalhos para emagrecer com saúde é o primeiro passo. Encarar essa responsabilidade com aceitação e leveza é a chave do sucesso do tratamento. E após a retirada do balão, esse sentimento não deve morrer. Continuar cuidando do corpo e da mente é uma atitude de amor próprio que deve estar sempre com você!

Mas e na prática o que acontece após a retirada do balão gástrico?

OK, vamos começar pelo dia da retirada do balão gástrico. De quatro a 12 meses depois da colocação do balão gástrico – dependendo dos resultados atingidos, chega hora da sua remoção. O procedimento não será uma novidade para você. Isso porque a técnica de retirada do balão gástrico é muito parecida com a da colocação, lá no início do tratamento.

Como funciona o balão intragástrico

Assim como o procedimento de colocação do balão gástrico, a remoção é realizada em ambiente ambulatorial, com sedação leve (sem necessidade de anestesia geral, como em cirurgias). A técnica não é cirúrgica, por isso não envolve cortes, mas endoscópica.

Após a sedação leve (a mesma utilizada em exames simples de endoscopia), o endoscópio é introduzido pela boca para chegar até o estômago. Com o auxílio de instrumentos específicos, o balão gástrico é esvaziado e retirado.

O procedimento de retirada do balão gástrico dura em média 30 minutos e o paciente é liberado em seguida para casa. Por conta da sedação, o ideal é que o paciente evite dirigir e seja acompanhado por um parente ou amigo. Para sua segurança.

A vida após a retirada do balão gástrico

É verdade que os pacientes costumam dividir sua vida entre antes e depois do balão gástrico. É bem provável que as mudanças ocasionadas com o uso do dispositivo dividam bem estes dois momentos. A reeducação alimentar, a prática regular de exercícios e a qualidade de vida em si são bem diferentes antes e depois do procedimento com balão gástrico. Isso quer dizer que, mesmo após a retirada do balão gástrico, é necessário seguir com os novos hábitos. Quando o paciente deixa de seguir as orientações nutricionais, por exemplo, há uma possibilidade de reganho de peso, o que prejudica a eficácia do tratamento no longo prazo.

O que fazer para manter o emagrecimento após a remoção do balão gástrico?

Mantenha o acompanhamento com nutricionista.

É recomendável pelos especialistas manter o acompanhamento com nutricionista por pelo menos seis meses após a retirada do balão gástrico. Isso te ajudará a manter a alimentação equilibrada e te dará o preparo suficiente para poder seguir sozinha depois. O nutricionista fará uma espécie de “desmame” e te dará as ferramentas necessárias para ter autonomia alimentar. De modo que você sozinha consiga fazer as melhores escolhas para uma alimentação saudável, mantendo os resultados que conseguiu atingir com o balão gástrico.

Continue a frequentar o psicólogo.

A maioria das clínicas que oferece o tratamento para emagrecer com o balão gástrico tem uma equipe multidisciplinar. Equipe essa composta pelo médico que conduz o tratamento (na maioria das vezes um gastroenterologista ou endoscopista), o nutricionista ou nutrólogo, o psiquiatra ou psicólogo e o educador físico.

Já falamos sobre a importância de manter o acompanhamento do nutricionista, mas também é indispensável continuar a cuidar dos aspectos psicológicos. Por isso, siga com o tratamento por pelo menos mais seis meses, até que se sinta segura o suficiente. Dependendo do caso, a pessoa opta por continuar com a terapia para o resto da vida, com atendimentos mais espaçados. Essa é uma escolha muito consciente para quem sabe que corre o risco de retomar um comportamento compulsivo em relação à comida.

Monitore o seu peso.

A recomendação dos médicos é que o paciente que passou pelo tratamento com o balão gástrico esteja sempre alerta em relação ao seu peso. É normal que depois de emagrecer a pessoa dê uma relaxada e pare de se preocupar com isso. Mas o ideal é ter uma balança no banheiro ou no quarto e pelo menos uma vez por semana verificar como está o seu peso.

Pratique atividade física com regularidade.

Não é porque você já emagreceu que pode parar de se exercitar. Muito pelo contrário. Para manter o emagrecimento que conseguiu conquistar com o balão gástrico, é imprescindível seguir com os exercícios diários, de modo que você gaste a energia que consumiu ao se alimentar. O nosso estilo de vida moderno tende a nos levar ao sedentarismo. Trabalhamos no computador, usamos elevadores e escadas rolantes e usamos a Internet para fazer compras. Tudo isso contribui para que nosso corpo fique muito tempo parado. Por isso, é preciso dedicar ao menos uma hora por dia para se mexer! Estudos mostram que esse é um grande diferencial entre as pessoas que voltam a engordar após a retirada do balão gástrico e as que não tem o reganho de peso.

Procure um endocrinologista!

Para manter o peso é fundamental que haja equilíbrio hormonal em seu organismo. Faça consultas regulares com um endocrinologista que te ajudará a equilibrar os hormônios seja com medicamentos, alimentação ou terapias.

Conserve sua memória!

Mantenha fotos suas anteriores ao procedimento, quando estava ainda muito acima do peso. De vez em quando pare para olhar para elas e em seguida se olhe no espelho. Mantenha a sua memória ativa para lembrar de tudo o que passou para chegar até aqui. Isso te ajudará a não perder a disciplina.

Cuide-se e ame-se!

Crie o hábito de se cuidar. Separe algumas horas da sua semana para praticar rituais de autocuidado. Toque no seu corpo, faça automassagem, cuide da sua pele, dos seus cabelos… Essa atitude de amor próprio é um presente que você dá a si mesma e pode te ajudar muito a manter os resultados do balão gástrico. Crie uma nova relação de amor com você mesma!

É possível colocar o balão gástrico de novo?

SIM! Alguns especialistas estão fazendo justamente essa recomendação para algumas pessoas:

  • Pacientes que emagreceram mais ainda querem perder mais alguns quilos;
  • Pacientes que ainda não conseguiram mudar completamente os hábitos de vida;
  • Pacientes que estejam inseguros em retirar o balão e seguir com a vida normal;
  • Pacientes que ganharam peso após a retirada do balão gástrico.

Para as pessoas que almejam realizar a manutenção do peso perdido, a recomendação é colocar um novo balão gástrico no mesmo dia da retirada do primeiro. Se o interesse é perder ainda mais peso, a indicação é aguardar três meses para a colocação do novo balão gástrico. Não há nenhuma contraindicação na colocação de um balão gástrico novo e seguir o tratamento normalmente. Muitas pessoas se adaptam tão bem ao uso do dispositivo que seguem por muitos anos apenas trocando de balão.

Vantagens do balão gástrico

Quais as vantagens do balão gástrico como método de tratamento da obesidade?

  • Reversibilidade: o balão gástrico pode ser retirado a qualquer momento no caso de alguma intolerância;
  • Segurança: baixo risco de complicações;
  • O balão gástrico pode ser colocado sucessivas vezes, se necessário;
  • O método é saudável, promove emagrecimento sem o riscos da cirurgia e de medicamentos que podem fazer mal à saúde;
  • É temporário é não invasivo;
  • Permite que o paciente adquira novos hábitos alimentares, melhores e mais saudáveis;
  • Promove uma real e efetiva mudança de hábitos que favorecem a qualidade de vida e a felicidade!

Encontre aqui um médico perto de você e tire todas as suas dúvidas sobre o balão gástrico.

Canal Spatz

Add comment

Arquivos