Spatz3 - Balão Intragástrico Ajustável

Pular café da manhã pode aumentar risco de obesidade

Voiced by Amazon Polly

Sabe aquela máxima da sua avó que diz que “o café da manhã é a refeição mais importante do dia”? Pois ela tem toda razão. Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition (Jornal Americano da Nutrição Clínica) revela que o hábito de pular a primeira refeição do dia pode apresentar riscos à saúde.

Os pesquisadores responsáveis pelo estudo, da Universidade de Honenheim, na Alemanha, afirmam que prolongar o período sem alimentação após dispertar pode aumentar as hipóteses de inflamações e resistência à insulina, favorecendo fatores associados à síndrome metabólica, como a obesidade e o diabetes tipo 2.

Para chegar aos resultados, os cientistas analisaram amostras de sangue coletadas de 17 adultos saudáveis por três dias seguidos, para comparar níveis hormonais, concentrações de glicose e insulina, além da atividade do sistema imunológico. No primeiro dia eles pularam o café da manhã, no segundo o jantar e no terceiro as três principais refeições diárias.  As conclusões do estudo demonstraram que as concentrações de glicose, atividade inflamatória e resistência insulínica eram mais altas quando os participantes não tomavam café da manhã. Isto porque pular o café da manhã pode gerar um desequilíbrio de glicose no sangue, devido a uma falha na capacidade de alternar entre a queima de gordura e a de carboidratos. Como a inflamação crônica pode afetar a produção de insulina, ignorar o café da manhã pode aumentar o risco de obesidade e diabetes.

Além disso, mais recentemente cientistas de Harvard descobriram mais um motivo pelo qual pular o café da manhã pode ser perigoso para a saúde. Desta vez para o coração. O estudo realizado no Departamento de Nutrição da Escola de Saúde Pública da universidade mais prestigiada dos Estados Unidos concluiu que pular o café da manhã pode levar a um ou mais fatores de risco, incluindo a obesidade, hipertensão e colesterol alto, assim como diabetes, aumentando as chances de infarto.

Pesquisadores analisaram a frequência da alimentação e monitoraram as condições de saúde de 26.902 homens durante 16 anos (1992 e 2008), com idades entre 45 e 82 anos. Os homens que não tomavam café da manhã tinham um risco 27% maior de desenvolver doenças cardiovasculares.

Por este motivo, é recomendado para usuários de balão intrgástrico Spatz que a dieta durante o tratamento não exclua o café da manhã, de modo que a reeducação alimentar se faça completa, de modo que todos os riscos associados à alimentação sejam reduzidos, promovendo uma real e efetiva mudança de hábitos e consequentemente uma melhora considerável na qualidade de vida.

Para mais informações sobre o balão intragástrico Spatz, procure um médico de confiança perto de você! Nós podemos ajudar. Entre em contato conosco.

Avatar

Equipe Spatz

coronavirus-e-obesidade

Add comment

Arquivos

Olá! Clique para iniciar o seu atendimento com nossa equipe.

Fale conosco no WhatsApp