Spatz3 - Balão Intragástrico Ajustável

Efeito bola de neve: sobrepeso pode levar ao sedentarismo que por sua vez aumenta o sobrepeso…

Entenda por que o excesso de peso pode levar ao sedentarismo que por sua vez aumenta o sobrepeso causando o chamado efeito bola de neve

De acordo com estudo norte-americano, o excesso de peso pode causar uma disfunção neural que afeta o humor, o apetite, o controle de movimentos e a disposição para exercitar-se.

“Você só não emagrece porque não tem determinação. Basta querer!”

Quantas vezes você já ouviu isso e tristemente acreditou, ficando ainda mais inseguro? Pois pode parar de se culpar! De acordo com estudo publicado recentemente na revista científica “Cell Metabolism”, uma disfunção nos receptores de dopamina pode justificar a dificuldade que pessoas com sobrepeso sentem para praticar exercício.

Então o sobrepeso leva ao sedentarismo e o sedentarismo ao sobrepeso? Isso mesmo. Por este motivo chamamos o fenômeno de “Efeito bola de neve”.

Efeito bola de neve comprovado cientificamente

O estudo do neurocientista Alexxai Kravitz, do Instituto de Diabetes e Doenças Renais e Digestivas dos Estados Unidos, observou camundongos durante 18 semanas. Os ratinhos foram divididos em dois grupos: um alimentado com uma dieta equilibrada e outro com uma dieta rica em gordura. Ou seja, com sobrepeso. Logo nas primeiras semanas os roedores que estavam em regime de engorda começaram a se movimentar menos dentro de suas gaiolas. Ao passo que tiveram uma queda de atividade numa classe de receptores de dopamina chamada D2.

Entretanto, em entrevista ao jornal O Globo, o cardiologista Cláudio Gil de Araújo, especialista em Medicina do Exercício, explica que esta disfunção não é o único motivo pelo qual as pessoas têm pouca disposição para se movimentar. “Certamente, este não é o único receptor que causa a atração pelo sedentarismo, até porque seria uma sentença de vida ou morte: quem tem a disfunção de dopamina estaria fadado a ser sedentário. Outras variáveis biológicas, assim como comportamentais, influenciam muito”. O excesso de peso pode ser causado por inúmeros fatores: genéticos, psicológicos, emocionais etc.

Uma maneira de escapar do “Efeito bola de neve” pode ser a escolha do tratamento para emagrecer. Um dos mais indicados atualmente pelos médicos é o tratamento com o Balão Intragástrico Spatz3. Ele é o único do mundo com sistema exclusivo de ajuste de volume. Além disso, possui autorização para permanecer até 12 meses no estômago do paciente com excesso de peso. O balão ocupa uma parte da cavidade gástrica, gerando uma sensação de saciedade. Deste modo, há uma diminuição da ingestão de alimentos, o que faz com que o paciente perca peso rapidamente. Com isso, de acordo com as descobertas recentes, o paciente terá mais vontade e disposição para se exercitar. É o “Efeito bola de neve” no sentido oposto. Desta vez positivo para a saúde e a qualidade de vida da pessoa!

Como saber se estou realmente com excesso de peso ou se só estou insatisfeita com minha aparência no espelho? Um dos primeiros indicativos de que há excesso de peso é o IMC – Índice de Massa Corporal. Clique aqui para calcular o seu!

O IMC ajuda a fazer o primeiro filtro para descobrir se você precisa fazer um tratamento para emagrecer, porque está com excesso de peso. Mas somente depois de realizar uma consulta com um médico especialista, além de alguns exames, que você saberá se há indicação para o tratamento com o balão intragástrico.

Pergunte para o seu médico de confiança sobre o método de emagrecimento com o Balão Intragástrico Spatz3.

Não tem um médico de confiança para combater o excesso de peso?

Encontre aqui um próximo de você!

Canal Spatz

Add comment

Arquivos