Spatz3 - Balão Intragástrico Ajustável

Coisas que você precisa saber antes de colocar o balão intragástrico

Coisas que você precisa saber antes de colocar o balão intragástrico

Um dos tratamentos mais indicados por especialistas para quem busca mais saúde por meio do emagrecimento é o balão intragástrico. Isto porque é um método não invasivo, seguro e eficaz. Mas o balão intragástrico não age sozinho. O sucesso do tratamento para emagrecer com esse método depende muito do engajamento do paciente.

Como assim?

A pessoa precisa estar disposta e mudar alguns hábitos alimentares e fazer atividade física com frequência. Não há outra maneira de emagrecer e manter o peso saudável após o tratamento.

Diferente das dietas milagrosas e promessas infundadas de emagrecimento rápido e fácil, o balão intragástrico é um tratamento sério. Infelizmente, quando se trata de saúde, não existem milagres!

Por outro lado, dietas ultrarrestritivas podem causar muitos desgastes e ansiedade pelo resultado – que nem sempre aparece conforme o desejado. Essa ansiedade e as privações exageradas podem tornar o processo insuportável e fazer com que a pessoa volte a comer numa escala ainda maior do que antes. Então todo o esforço para emagrecer vai por água abaixo e os quilos perdidos retornam mais rápida e intensamente.

Pense bem. Será que é possível conquistar resultados diferentes trilhando sempre os mesmos caminhos? Portanto, é preciso preparar-se para uma real, efetiva e comprometida mudança de hábitos de vida para emagrecer de verdade.

Tomar a decisão de colocar o balão intragástrico é bem diferente de uma sensação momentânea. Sabe aquela segunda-feira em que você acorda, resolve fechar a boca e emagrecer tantos quilos em uma semana? Esse impulso, aparentemente uma mudança importante de atitude em nome de um novo modo de viver, pode ser perigoso. Perder peso rápido nem sempre é a melhor saída. Seja para quem não está satisfeito com o corpo ou para quem está precisando emagrecer por questões de saúde.

Emagrecer com saúde e eficiência significa trabalhar não só o corpo, mas também a mente e as emoções. Por isso, é preciso levar muito a sério a indicação do seu médico para realizar o tratamento com uma equipe multidisciplinar.

Por que optar por uma equipe multidisciplinar?

De acordo com especialistas, o tratamento com balão intragástrico costuma apresentar mais resultados quando é conduzido por uma equipe multidisciplinar. Ela geralmente é composta pelo médico que coordena o processo, psicólogo, nutricionista e educador físico.

Questões emocionais não resolvidas e problemas de saúde mental são fatores de risco para o sobrepeso e a obesidade. O acompanhamento de um psicólogo pode ser um grande aliado no tratamento para emagrecer com balão intragástrico. Porque lidar com as questões emocionais fará com que o paciente tenha mais foco e segurança. Diferenciar a fome emocional da fome real é outro grande ponto no tratamento.

Alimentar-se com qualidade nutricional é uma das prerrogativas do emagrecimento. O balão intragástrico ajuda o paciente a comer menos, mas o nutricionista o ensina a comer melhor. São coisas extremamente diferentes.

E não adianta querer emagrecer sem gastar energia. A perda de peso só ocorre quando a ingestão de calorias é menor do que o gasto energético. Por isso, é importantíssimo que o paciente inicie uma rotina de exercícios físicos.

O psicólogo ajuda a preparar o paciente emocionalmente para o procedimento e o acompanha nas mudanças de hábito de vida. O nutricionista conscientiza e educa o paciente a alimentar-se com mais equilíbrio, sem abrir mão do prazer de comer. E o educador físico estimula a prática de exercícios com segurança e regularidade.

Tempo de tratamento com o balão intragástrico

O tempo de permanência do balão intragástrico no estômago do paciente depende uma série de fatores. Um deles é o tipo de balão intragástrico escolhido para o tratamento.

Existem hoje aprovados no Brasil basicamente dois tipos de balão intragástrico de preenchimento líquido:

  • Balão intragástrico ajustável
  • Balão intragástrico de volume fixo

O balão intragástrico ajustável é desenvolvido para permanecer até 12 meses na cavidade gástrica. Enquanto isso, o tempo de permanência dos balões de volume fixo não passa de seis meses, na maioria dos casos.

Portanto, este deve ser um fator a ser considerado pelo paciente junto com o médico na consulta inicial.

A vantagem do balão intragástrico de um ano é que o paciente tem mais tempo para desempenhar sua reeducação alimentar. De acordo com especialistas, quanto mais tempo com o balão melhor é a estabilização metabólica do peso perdido. Ou seja, é comprovadamente possível diminuir as chances de reganho de peso após a retirada do balão intragástrico.

Outra vantagem do balão intragástrico ajustável é justamente indicada pelo seu nome. Após o sexto mês a taxa de perda de peso costuma diminuir, mas o médico pode optar por inflar mais o dispositivo, tornando o processo eficaz por mais um semestre.

Sendo assim, é importante entender que o processo de emagrecimento com o balão intragástrico pode levar um ano. Por isso é de significativa importância que o paciente tenha apoio da família durante esse período.

Apoio da família

Depois de tomada a decisão de realizar o tratamento com o balão intragástrico, um dos passos mais importantes é pedir apoio às pessoas mais próximas, geralmente a família. É fundamental que principalmente as pessoas que moram junto com o paciente entendam que ele passará por um tratamento médico. Portanto, a rotina da casa precisará mudar. É preciso que os integrantes da família estabeleçam uma relação de empatia com o paciente. Ter uma conversa franca com a família sobre a participação de cada um no seu processo de emagrecimento é importante.

Como fazer isso?

  1. Reúna seus parentes ou converse individualmente sobre o seu tratamento com o balão intragástrico;
  2. Explique, principalmente às crianças, que a rotina da casa irá mudar e que as refeições não serão mais iguais;
  3. Peça para que evitem comer na sua frente alimentos que estão fora da dieta indicada pelo nutricionista;
  4. Conte a eles que será um processo delicado e que seu humor pode variar, por isso é preciso compreensão;
  5. Convide-os para cozinhar com você e invente receitas novas em família, criando uma nova tradição;
  6. Esclareça como funciona o tratamento com o balão intragástrico, para que todos entendam o processo;
  7. Agradeça pelo apoio sempre que tiverem uma atitude positiva em relação ao seu tratamento com o balão intragástrico.

E aí, se sente preparada(o)?

Então dê o primeiro passo e encontre um médico perto de você. Na primeira consulta tire todas as suas dúvidas sobre o tratamento com balão intragástrico e prepare-se para mudar de vida! 

Canal Spatz

Add comment

Arquivos