Spatz3 - Balão Intragástrico Ajustável

O que é o balão gástrico, afinal?

balao gástrico imc
Voiced by Amazon Polly

O balão gástrico é uma esfera de silicone, introduzida no estômago via endoscopia, para auxiliar no processo de emagrecimento. No Brasil, o balão gástrico é encontrado basicamente nas seguintes versões: ajustável ou fixo. Na versão ajustável, é possível inflar e desinflar conforme a necessidade, enquanto na versão fixa, o volume permanecerá o mesmo do início ao fim do tratamento.

E como é feita a escolha do balão gástrico ideal?

A primeira coisa a ser feita, é saber se há indicação, de acordo com os parâmetros, para tratamento com o balão intragástrico. Uma das formas é calcular o IMC – Índice Massa Corporal, que deve configurar sobrepeso (acima de 25) ou obesidade (acima de 30). Com o resultado, busque por uma avaliação médica para que sejam realizados todos os exames necessários. 

Calcule aqui seu IMC

Após ter sido eliminada qualquer situação que represente risco para a saúde do paciente, será definido o tipo de balão gástrico mais indicado ao tratamento.

Com a utilização do balão gástrico ajustável, é possível um tempo de permanência de até 12 meses, ou seja, maior tempo de tratamento. Na maioria dos casos, com os balões gástricos não ajustáveis, o tempo máximo de permanência é de seis meses. Esta é uma informação que deve ser levada em conta na hora de escolher o balão gástrico a ser utilizado.

Mas então como funciona o balão gástrico ajustável?

O balão gástrico é colocado na cavidade gástrica, através de um procedimento não cirúrgico e sem cortes: a endoscopia. A esfera de silicone, após introduzida no estômago, é inflada com soro fisiológico e um corante, o azul de metileno. Com isso, o paciente em tratamento, sente-se saciado mais rápido, ingerindo uma quantidade menor de comida do que a de costume.

Por ter um tempo de permanência de até um ano no organismo, o emagrecimento com balão gástrico ajustável, acaba sendo mais eficiente, por permitir mais tempo de reeducação alimentar. Segundo os especialistas, a taxa de perda de peso costuma diminuir após o sexto mês. Podendo o volume ser ajustado durante o período, a eficácia do tratamento pode ser prolongada por mais seis meses.

Outro fator importante é que o fato de poder ser inflado e desinflado, conforme necessidade, reduz os desconfortos possivelmente causados. Isso não acontece com o balão gástrico de volume fixo, já que os médicos costumam inflá-lo em sua capacidade máxima, para garantir melhores resultados. O que se observa é que os desconfortos ocasionados fazem com que haja uma taxa de desistência do tratamento mais elevada.

E quais resultados podem ser obtidos?

Quando inflado, o balão pode ocupar até metade da capacidade total do estômago, promovendo assim a sensação de “estômago cheio”. Com isso, os pacientes em tratamento, acabam passando pelo fenômeno denominado “saciedade precoce”, que é sentir-se satisfeito mais rapidamente ao se alimentar.

Segundo os especialistas, seguindo à risca o protocolo de emagrecimento proposto, os resultados podem representar uma perda de 20% do peso total da pessoa. Porém, vale ressaltar que o balão gástrico não é milagroso e, portanto, não funciona sozinho. É necessário, principalmente, que haja mudanças nos hábitos alimentares e que seja implementada uma rotina de exercícios, que contribua para a perda de peso.

Avatar

Equipe Spatz

coronavirus-e-obesidade

Add comment

Arquivos

Olá! Clique para iniciar o seu atendimento com nossa equipe.

WhatsApp