Spatz3 - Balão Intragástrico Ajustável

Acompanhamento nutricional customizado é mais eficiente que as dietas genéricas dizem os cientistas

Voiced by Amazon Polly

Novas descobertas da medicina comprovam que a capacidade de extrair energia dos alimentos muda de uma pessoa para a outra. Uma dieta não funciona da mesma forma para todas as pessoas. Isto porque fatores como o DNA e a diversidade da flora intestinal podem influenciar diretamente na absorção de nutrientes.

“A mesma dieta não funciona para todo mundo porque somos todos diferentes uns dos outros. Daí o nosso fracasso retumbante em controlar a epidemia de obesidade”, diz Eran Elinav, imunologista do Instituto de Ciências Weizmann, em Israel para o New York Times.

O estudo de Elinav e seus colegas de Rehovot oferece indícios de que cada pessoa absorve e metaboliza os alimentos e seus nutrientes de maneira singular. Por este motivo, dietas genéricas nunca demonstraram tanta eficiência e eficácia quanto as assistências nutricionais individualizadas.

A pesquisa do médico israelense observou as reações de mais de 800 pessoas ao ingerirem os mesmos alimentos. A equipe de especialistas constatou diferenças surpreendentes nas análises sanguíneas dos participantes. Algumas pessoas tiveram picos de glicose ao comerem chocolate, enquanto outras não apresentaram variação alguma. O mesmo ocorreu com os carboidratos, como arroz e pão integral. Os resultados do projeto questionam o Índice Glicêmico, padrão utilizado há décadas pela medicina moderna para medir os níveis de açúcar no sangue e, consequentemente, para qualificar alimentos em dietas.

Constatou-se, portanto, que a capacidade de sintetizar a comida e transformá-la em energia é algo particular. Novos estudos nos EUA buscam, através de análises de DNA, comprovar que existem conexões entre a alimentação, a estrutura genética individual, a flora intestinal e os hábitos pessoais.

Mais do que nunca é preciso compreender que não existem milagres, tampouco fórmulas mágicas na equação consumo x gasto de energia. A pessoa que deseja emagrecer deve, em primeiro lugar, procurar um especialista para a realização de exames clínicos e laboratoriais para avaliar as possibilidades entre diversos sistemas de emagrecimento, entre eles o balão intragástrico, por exemplo. Após a escolha do tratamento ideal, de acordo com os resultados dos exames, uma equipe multidisciplinar entra no processo, para encontrar a dieta que funcione para aquela pessoa, individualmente.

Avatar

Equipe Spatz

coronavirus-e-obesidade

Add comment

Arquivos

Olá! Clique para iniciar o seu atendimento com nossa equipe.

WhatsApp